SIMULADO ENEM 2012

       A Escola de Ensino Fundamental e Médio Dr. Júlio de Carvalho, na pessoa do Sr. Diretor Francisco Igor M. M. Bezerra parabeniza e agradece a comunidade escolar em geral pelo sucesso e emprenho na realização do 1º simulado do ENEM, sendo mais uma experiência exitosa realizada pelo Governo do Estado do Ceará.
       A iniciativa trará uma melhor preparação dos alunos para o ENEM oficial nos dias 03 e 04 de novembro.

ESCOLA JÚLIO DE CARVALHO: ADESÃO AO PROJETO JOVEM DE FUTURO

       
       A Escola de Ensino Fundamental e Médio Dr. Júlio de Carvalho na pessoa do Sr. Diretor Fco Igor M. M. Bezerra agradece a colaboração dos gestores, professores, alunos e funcionários pela adesão ao Projeto Jovem de Futuro que trará inúmeros benefícios para a Escola nos próximos 3 anos. 

ENTENDA O PROJETO JOVEM DE FUTURO

       Trata-se de uma ação concebida pelo Instituto Unibanco, e desenvolvida em parceria com governos, para escolas públicas de Ensino Médio, com o objetivo de aumentar o desempenho escolar dos alunos e diminuir os índices de evasão. Para atingir esses objetivos, as escolas participantes recebem apoio técnico e financeiro para a concepção, implantação e avaliação de um Plano de Melhoria de Qualidade, com duração de três anos, ou seja, o ciclo das três séries do Ensino Médio.
       As escolas públicas participantes recebem apoio técnico para a elaboração de um plano estratégico, utilizando a metodologia do Marco Lógico, assistência técnica para uma “gestão para resultados” e R$100,00 (cem reais) por aluno do Ensino Médio/ ano, para a implantação desse plano. Em contrapartida, comprometem-se a melhorar substancialmente o desempenho de seus alunos no SAEB - Sistema de Avaliação da Educação Básica – na 3ª série do Ensino Médio, em Língua Portuguesa e em Matemática e a diminuir seus índices de evasão.
       Essas escolas têm autonomia para decidir sobre prioridades na alocação dos recursos - já que a comunidade escolar deve ser a protagonista das transformações que considera necessárias - desde que priorizem estratégias de incentivo a professores (fundo de apoio a projetos pedagógicos, capacitação, premiação por frequência e rendimento dos alunos), incentivos para alunos (programa de monitoria, fundo para atividades, premiação por desempenho, fundo para necessidades especiais, acesso à cultura) ou melhoria da infraestrutura.
       O Projeto Jovem de Futuro: Melhoria da Qualidade do Ensino Médio baseia-se no princípio de que um pequeno investimento de recursos técnicos e financeiros, colocado à disposição de qualquer escola pública, o qual respeite a autonomia e o protagonismo da comunidade escolar, pode trazer um impacto significativo nos resultados, desde que esteja direcionado para que a comunidade escolar se mobilize em torno de metas e estratégias pactuadas; reforce a gestão para resultados e ofereça incentivos para professores e alunos.
São os seguintes os princípios e premissas do Projeto Jovem de Futuro:
I. Melhorar as condições humanas e materiais do ambiente escolar traz resultados positivos aos estudantes.
II. Todas as partes integrantes da unidade escolar devem estar envolvidas em torno do objetivo comum de transformar a realidade da escola.
III. Envolvimento e compromisso da comunidade escolar se conquistam com motivação.
IV. Indivíduos motivados são causas geradoras de transformação social.
       Assim, o Projeto Jovem de Futuro estimula as escolas a implementarem:
• incentivos para professores, tais como premiação por pontualidade e assiduidade, acesso à capacitação, fundos para projetos pedagógicos;
• incentivos para alunos, como bolsas-monitoria, fundos para desenvolvimento de projetos/atividades, premiação por desempenho e , acesso a atividades culturais;
• melhorias no ambiente físico, por meio da aquisição de equipamentos, novos recursos didáticos, materiais pedagógicos e pela realização de pequenos reparos
       A melhoria da qualidade da escola e do ensino depende de um processo que garanta a autonomia da comunidade escolar (direção, professores, alunos e pais) na identificação dos fatores que interferem nos resultados de sua ação educativa, além da concepção, implantação e avaliação de um Plano Estratégico de Melhoria de Qualidade.
       O Projeto Jovem de Futuro também parte do pressuposto de que cada escola apresenta especificidades que devem ser apuradas e respeitadas, ou seja, que cada escola apresenta necessidades específicas, relacionadas ao clima escolar ou ao apoio e desenvolvimento de projetos pedagógicos. Considerando a pluralidade de circunstâncias das escolas, e as múltiplas dificuldades que encontram, o Projeto prevê a cuidadosa elaboração de um Plano Estratégico de Melhoria de Qualidade, cujo sucesso dependerá de uma análise preliminar e minuciosa das condições e deficiências de cada escola, passo necessário para a imaginação e a realização das soluções adequadas.

Metas

        A execução do Projeto Jovem de Futuro está orientada para o alcance de algumas metas fundamentais:
• reduzir em 40% os índices de evasão/abandono escolar, desta etapa de escolaridade;
• aumentar a média da escola, do Ensino Médio em, no mínimo, 25 pontos;
• diminuir em 50% o percentual de alunos no padrão de desempenho “Baixo“, nas disciplinas avaliadas.
       Como consequência, o projeto tem ainda como meta a melhoria do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - das escolas envolvidas. Nesse passo, vale lembrar que o IDEB é constituído por indicadores de rendimento e fluxo escolar, em harmonia com as metas fundamentais do Projeto Jovem do Futuro.
       Sabemos que essas metas, mensuráveis através de indicadores, só serão alcançadas por uma mudança mais ampla, e para melhor, de toda a escola. Por isso, o Projeto Jovem do Futuro abriga ainda a ambição de:
(a)fomentar a melhoria do clima escolar, no que se refere ao respeito, solidariedade, disciplina e diminuição da violência;
(b)oferecer condições para a melhoria da formação e das condições de trabalho dos profissionais da escola;
(c)promover uma cultura de avaliação como instrumento de aperfeiçoamento do processo ensino-aprendizagem;
(d)apoiar a gestão participativa e guiada por resultados;
(e)contribuir para a melhoria do ambiente físico escolar com relação a instalações e equipamentos.

[1] O IDEB é um indicador sintético adotado pelo MEC – Ministério da Educação – calculado a partir de dois componentes: taxa de aprovação e média de desempenho nos exames padronizados aplicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente, e as médias de desempenho utilizadas são as do SAEB.

Fonte: http://www.jovemdefuturo.caedufjf.net/jovemdefuturo-inst/login.faces

ALUNOS CLASSIFICADOS PARA 2ª FASE DA OBMEP 2012

 OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS - OBMEP

ALUNOS CLASSIFICADOS PARA 2ª FASE DA OBMEP 2012 QUE SERÁ REALIZADA NO DIA 15 DE SETEMBRO DE 2012 (SÁBADO) ÀS 13:30 HORAS (HORÁRIO DE BRASÍLIA).

OBS: CHEGAR ÀS 13:00 E TRAZER DOCUMENTO DE IDENTIDADE COM FOTO.


ALUNOS/AS
  1. AGATHA SANTOS DA SILVA
  2. ANDERSON DIEGO DE OLIVEIRA CORREIRA
  3. ANDERSON JHONES DE PINHO NASCIMENTO
  4. ANTONIA LAIZA DA SILVA COSTA
  5. ARTUR VIEIRA FIRMO
  6. CARLA EVELINY PEREIRA
  7. CARLOS ALESSON CARDOSO PEREIRA
  8. DAIANE HIPOLITO MEDINA
  9. DIELE DOS SANTOS ARAUJO
  10. EDILENE CARVALHO DOS SANTOS
  11. EDNILSON CARVALHO DE OLIVEIRA
  12. FLAVIO HENRIQUE CARNEIRO
  13. FRANCI HELENA ARAUJO DOS SANTOS
  14. FRANCIANE COUTINHO DE OLIVEIRA
  15. FRANCIANE MARIA DOS SANTOS
  16. FRANCISCA TAINAR SILVA COSTA
  17. FRANCISCO EVALDO SOUSA DE ARAUJO
  18. FRANCISCO JOSE COSTA DA SILVA
  19. GEAN VIDAL DE OLIVEIRA
  20. ISRAEL DE FREITAS ARAUJO
  21. JAILSON DE SOUSA CARVALHO
  22. JANIELE IZABEL DA SILVA
  23. JOSE FRANCO OLIVEIRA ADEODATO
  24. JUAN ALVES MUNIZ
  25. LARISSI MARIA LIMA DA SILVA
  26. LETICIA VIEIRA DA SILVA
  27. LUANA RODRIGUES DA COSTA
  28. LUCIANA RODRIGUES FERREIRA
  29. LUCIO FLAVIO LOPES
  30. LUIZ EDUARDO VIEIRA DA CUNHA
  31. MARIA LUCIA FERREIRA VITORINO
  32. MARIA MADALENA OLIVEIRA CARVALHO
  33. MARIA ROSELI SOUSA DA SILVA
  34. MAYARA SOUSA FONTENELE
  35. NATALICIA FREITAS SILVA
  36. NESIANE FONTENELE DA SILVA
  37. OTACILIO FRANCISCO DE CARVALHO FILHO
  38. PEDRO DO NASCIMENTO CARDOSO
  39. RAIMUNDO NONATO DE ALMEIDA DO NASCIMENTO
  40. ROSA MARIA BENICIO DA SILVA
  41. SAMUEL DE BRITO CARDOSO
  42. VALERIA GOMES DA SILVA
  43. VERONICA AMELIA MOREIRA FONTENELE

PROJETO AULÕES PREPARATÓRIOS PARA O ENEM

 A ESCOLA DR. JÚLIO DE CARVALHO INICIA O PROJETO "AULÕES PREPARATÓRIOS PARA O ENEM" TODOS OS SÁBADOS ATÉ O DIA DA PROVA OS ALUNOS TERÃO AULAS DAS QUATRO ÁREAS DO CONHECIMENTO MAIS REDAÇÃO.